____ Campo do Sabão

  • Festival Várzea Poética

09h00 / BRASILIA F.C X MORRO DA LUA F.C
10h30 / R12 X MORRO F.C
12h00 / LETICIA X C.D.H.U F.C
13h30 / DEMOCRATAS X PONTE PRETA
15h00 / PSA X FUNDÃO
Intervenção: Resenha Poética da Várzea

Campo do Sabão – R. Sebastião Muniz de Souza, 2 – Parque Santo Antônio

____ Fábrica de Cultura Jd. São Luis

  • 15h00 / Abertura da Exposição

Exposição: “Novembro – Uma Alforria do Olhar” Puga Menezes
Obras inéditas do artista que acentuam imagens de caráter afro-brasileiro são
feitas com argila, pinturas de acrílica sobre tela, arte vetorial, e colagens.

Exposição: “Bikes Antigas” Magrelas Bike Club
Inspirada na cultura dos mexicanos o Grupo Magrelas Bike Club divulga sua arte
pela periferia de SP, usando as bicicletas como forma de expressão cultural,
associada a uma ideologia de libertação, inclusão social e estilo de vida.

  • 16h00 / Debate: “Mulher, Poesia e Sarau”

Cristina Adelina – Mãe, atriz, professora de história. Desde 2006, atua na área
de audiovisual, produção cultural e teatro. Escreveu o livro “Homônimo” que
retrata a história do bairro. É membro fundadora do Slam da Guilhermina e em
2015 passou a ser Slammaster.

Viviane Salles – Produtora cultural, antropóloga (PUC-Rio), editora e ativista.
Fundou o Poesia de Esquina em 2011 na favela Cidade de Deus (RJ), movimento
literário que tem como marca a realização de saraus em bares e a promoção de
atividades literárias em escolas públicas do Rio.

Mediação: Lu Sousa – Professora, poetisa, membro do Sarau da Cooperifa.
Participou de saraus nas escolas, Fundação CASA e presídios, praças, cidades do
estado de SP outros estados do Brasil e no exterior em Buenos Aires e Berlin.

  • 18h00 / Debate: “Cultura e Resistência”

Jera Guarani – Liderança indígena da Terra Indígena Tenonde Porã, em São
Paulo, agricultora de sementes sagrados. Formada em pedagogia pela USP em
2008.

Dinho Nascimento – Ativista das causas culturais e ambientais. Em 2004
recebeu, da Câmara Municipal da Cidade de São Paulo, o título de Cidadão
Paulistano e em 2017 recebeu do Ministério da Cultura, o Prêmio “Mestre da
Cultura Popular” Também conhecido como o Mestre do Berimbau.

Mediação: José Soró – Educador e Consultor em Gestão de Conhecimentos e
Desenvolvimento Humano. Atua com Supervisão de Grupos Operativos.
Designer de Ambientes Pedagógicos. Diretor e Consultor -AGENDES- Agência
de Desenvolvimento Social.

  • 20h00 / Espetáculo: “O Vento” Cia Solas de Vento

Em tempos incertos, o espetáculo propõe uma discussão de futuros e presentes
possíveis, utopias e distopias, potência e impotência.
Duração: 70 minutos Classificação: Livre

Fábrica de Cultura Jd. São Luís – R. Antônio Ramos Rosa, 651 – Jardim São Luís